Concurso dos 10 Twitters mais influentes

Este concurso selecionou twitters que cobrem uma enorme variedade de tópicos. Eles são autores com publicações, especialistas em seu nicho, sites e que proporcionam inspirações gerais.

Este concurso incluiu muitas influências bem conhecidas, bem como algumas que estão apenas começando, mas têm um futuro muito promissor no mundo das fanfics

Muitos já são escritores bastante conhecidos, outros dão suporte aos escritores, mas todos estão de parabéns por de alguma forma influenciar aqueles que gostam de ler ou escrever.

Não percam a oportunidade de conhecer os ganhadores, eles são ativos na rede e sempre dão dicas preciosas para quem quer ser um escritor(a).


Comecei com fanfics e hoje trabalho com o que amo: sou fã, escrevo livros sobre amor e música, falo sobre cultura coreana e produzo shows de kpop.

Twitter: @babidewet

 


Autor de Quinze Dias e Um milhão de finais felizes

 

Twitter: @vitormrtns

 


Perfil da página The Universe Of Fics. 

Perfil exclusivo p/ entretenimento. Divulgações de fics, trechos e poemas

Twitter: @tuoffics

 


Autora da série Batidas Perdidas, publicada pela Verus Editora, do Grupo Editorial Record.

 

Twitter: @BiancaBriones

 


Fanbase dedicada ao BTS! com Loja oficial

ADM: Golden & Thaly | Fan account

Twitter: @CardiacBangtan

 


Autora de Presente de Natal, O tipo certo de garota errada, Cadu e Mari e das séries Par Perfeito e After Dark


Twitter: @acmeyerbooks


Economista e autora da Trilogia Anômalos. Fangirl e viciada em capslock. | Aberta para serviços de leitura crítica!

 

Twitter: @barbaraescreve


Autora de Boa Noite e Uma História De Verão



Twitter: @apamgoncalves


Twitter da principal plataforma de mídia e Educação do Brasil

 

Twitter: @novaescola

 


Escrevo e edito livros, acredito na leitura como ferramenta de mudança e informação. Autora de Céu sem estrelas e Confissões on-line.


Twitter: @irisfigueiredo


 

Veja aqui 8 dicas de como se tornar um escritor de sucesso

8 dicas para se tornar um escritor / escritora de sucesso

Fanfic é bom para passar o tempo, se desligar um pouco, ou – se você é um escritor especialmente auspicioso – ganhará uma tonelada de dinheiro. É que supostamente ganhou cerca de US$ 80 milhões, graças a 50 Tons de Cinza.

Então, o que é preciso para transformar fanfic em uma fábrica de dinheiro? Vamos a algumas dicas:

1. Escreva sobre celebridades, filmes ou personagens que você ama – mas certifique-se de que seu assunto tenha apelo de massa.

Anna Todd adora Tom Hanks, mas um romance acalorado que o caracteriza como o protagonista mal-intencionado não teria tanto apelo quanto um protagonizado por um personagem inspirado no One Directioon. Veja qual o assunto tem um enorme número de seguidores online, quanto maior a quantidade de fãs é mais fácil atingir o sucesso, principalmente com fanfics.

2. Não gaste muito tempo inventando a História Mais Original de Todos os Tempos. Apenas comece a escrever.

O sucesso da sua história não depende de reinventar a roda, depende de você colocar seu trabalho lá fora. As mesmas histórias foram escritas de novo e de novo. Quantas variações de uma história de sucesso foram trazidas ao longo dos anos? Mas ainda é algo que as pessoas acham atraente e interessante. Se você mantiver os leitores grudados na tela ou estabelecer um universo alternativo excitante – significa que você está explorando o que pode acontecer se algumas mudanças forem feitas tornando a história existente novamente – seu público ficará com você.

3. Prove que você é um verdadeiro fã

Você precisa mostrar que você é parte da “tribo” sobre a qual está escrevendo. Acompanhe as notícias que cercam seu universo e insira referências a esses momentos em suas tramas. Quando a One Direction lançou um vídeo da banda trabalhando, por exemplo, Todd definiu o próximo capítulo de sua série em uma academia, dessa forma ela poderia descrever o que Harry fazia em seu set de filmagens. Esses tipos de gatilhos são muito válidos para o seu público.

4. Dito isso, escreva uma história universal.

Se você quer que sua fanfic alcance uma audiência massiva, ela não pode depender do conhecimento extenso de Hogwarts. Desculpa rs rs rs.

5. Atualize regularmente.

Não precisa ser todos os dias, mas precisa estar em um cronograma definido. Descobrir o seu e cumpri-lo.

6. Faça outros escritores se sentirem especiais.

Se você usar um site como o Fanfics Brasil apenas como uma plataforma para suas histórias, levará muito tempo para as pessoas encontrarem seu trabalho. Você precisa fazer conexões e construir uma rede. Então interaja com o trabalho de outras pessoas (desde que você realmente goste), responda os comentários da sua fanfic, recomende as histórias deles no final do seu trabalho. Eles serão mais propensos a retribuir o favor.

7. Faça seus fãs se sentirem especiais também.

Mesmo se você tiver apenas 20 no começo, interaja com eles. Responda as mensagens. Eles ficam felizes quando o autor(a) faz algo tão simples como adicionar como amigo. Isso vai marcando o seu leitor, eles tiram screenshots, enviam para os amigos. Esse tipo de reconhecimento é muito importante para os fãs. Antes que você perceba, você terá 200 seguidores, depois 2.000 e assim por diante.

8. Mostre suas estatísticas para agentes e editores.

Depois de todo esse trabalho, você acha que a popularidade de sua fanfic pode ser suficiente para atrair uma editora. Você pode encontrar o editor de um livro em sua primeira página, e os agentes e editores geralmente são mencionados por nome na seção de agradecimentos de um livro. Então o que? Você deve telefonar ou enviar e-mail para essas pessoas? Sim, mas isso pode não te levar muito longe.

Dica valiosa: siga-os no Twitter (a maioria dos editores e agentes estão nas redes sociais), veja se eles participarão de convenções de fãs ou se participarão de algum evento de autógrafos. Eventos como esses são sua chance de construir uma rede – e exibir estatísticas. Uma coisa que os escritores de fanfic têm são os dados. Você diz a eles quantas leituras você tem, quantos seguidores você tem, onde você está escrevendo e mostre a eles que você tem essa rede que você conseguiu construir.

Agora, vá, construa sua rede. E o mais importante: comece a escrever.

Feliz dia do leitor

Parabéns a todos os leitores(as) de fanfics pelo dia do leitor e principalmente aos criadores de conteúdo que proporcionam uma boa leitura.

dia do leitor

Você Conhece a Origem do Dia do Leitor?

O Dia do Leitor foi criado em homenagem à fundação do jornal cearense O POVO Online, criado em 7 de janeiro de 1928, pelo poeta e jornalista Demócrito Rocha.

Neste jornal, que ficou conhecido por combater a corrupção e divulgar fatos políticos, existia um suplemento chamado “Maracajá” que se tornou um espaço de divulgação do movimento modernista literário cearense na época.

Quem foi Demócrito Rocha?

Dentista, funcionário dos Correios e telégrafos, intelectual, deputado federal e jornalista combativo, fundou, em 1929, o órgão literário Maracajá, tido na terra de Alencar como a “revista literária que o paladino e trincheira do movimento modernista no Ceará”.

Quando Demócrito Rocha fundou o jornal diário O Povo, que se transformaria numa espécie de cartão de visita do Ceará, o Maracajá passou a circular como um dos seus suplementos. Por um lado, O Povo combatia os “desregramentos políticos da época”, e por outro, o Maracajá abrigava a produção dos poetas e intelectuais da terra, onde o próprio Demócrito Rocha publicou a maioria de seus poemas, curiosamente sempre assinados com o pseudônimo de Antônio Garrido.

Poesia de forte cunho telúrico, senão regionalista, para quem praticou tal arte pelo final da década de 20, a ousadia do poeta se revela nos seus versos livres, com uma dicção discursiva e vocabulário numa mistura de requinte e simplicidade. Lamentam ainda hoje os cearenses que a obra poética de Demócrito Rocha não tenha sido recolhida em livro, em edição sistemática e estudo analítico.

Pelo menos um de seus poemas, O Rio Jaguaribe, ganhou foros de imortalidade, aparecendo em várias antologias.

Demócrito Rocha pertenceu à Academia Cearense de Letras, e morreu em Fortaleza no dia 29 de novembro de 1943.